0800 941 0110

SÃO PAULO/MINAS GERAIS

0800 282 2443

RIO DE JANEIRO/ESPÍRITO SANTO

0800 941 0110

CENTRO OESTE

0800 703 3353

NORTE/NORDESTE

BLOG

MENU BLOG

03/09/2021

#ItograssEmCampo: As 6 etapas do planejamento de um gramado de futebol

Autor: Rodrigo Santos - Coordenador do Centro de Gramados Esportivos Itograss

O planejamento é uma etapa importante de um gramado esportivo. Ele relaciona a preparação e a estruturação que pavimentarão o caminho para se atingir o máximo desempenho do seu gramado.

O objetivo do gramado pode variar em função da sua expectativa com ele. Um evento como a Copa do Mundo 2014, por exemplo, exige um planejamento muito mais minuncioso do que o planejamento para o seu gramado recreativo.

 

Uma vez definido esse objetivo e traçado um caminho até ele, cabe ao gestor do projeto cuidar com muita atenção de cada uma das etapas. Um detalhe importante dentro de um planejamento é contar com desvios e se preparar para eles ao longo da execução. 

No caso da Copa América de Futebol 2021, o prazo de preparação dos gramados foi muito reduzido por conta da mudança repentina do país e na escolha das sedes. Esse planejamento consistiu em analisar a situação inicial dos gramados escolhidos, entender o calendário de jogos que estavam por vir, considerar as condições do clima para a época, traçar as etapas de adequação, analisar os riscos envolvidos e escolher o melhor caminho para proporcionar aos atletas o melhor gramado possível. 

Com o seu gramado o raciocínio deve ser o mesmo. Faça uma avaliação da situação inicial, defina os objetivos e trace as etapas para alcançá-los.  

Essa série tem o objetivo de oferecer aos clientes Itograss os subsídios necessários para planejar vossos gramados, etapa por etapa, de maneira acessível e adequada. 

Etapas do Planejamento 

O planejamento de um gramado de futebol deve considerar algumas etapas depois de avaliada a situação inicial, conhecido o prazo para a sua preparação e definido o objetivo. Essas etapas são compostas, normalmente, pelas seguintes operações: 
 
1 - Dimensionar a equipe de operação 

No planejamento do seu gramado, procure quantificar o número de pessoas que serão necessárias em cada uma das operações. 
Ofereça treinamento para todas as pessoas que farão parte do processo, sejam eles colaboradores fixos ou que irão oferecer apenas ajuda pontual. Os colaboradores fixos, normalmente, devem ser capazes de realizar com eficiência a maioria das atividades de preparação de um gramado de futebol. 
 

Profissionais motivados e bem treinados desempenham melhor suas funções. Todas as etapas anteriores podem ser comprometidas pela ação inapropriada dos seus executores. 

Não se esqueça que o gramado esportivo, principalmente o que recebe televisionamento, estará sob análise e julgamentos constantes do seu aspecto, principalmente visual.  
 
2 - Máquinas e equipamentos 

As máquinas e equipamentos utilizados nos gramados de futebol variam muito em função dos investimentos recebidos. É esperado que grandes arenas como as que receberam os jogos da Copa do Mundo de 2014, por exemplo, tenham equipamentos de alta tecnologia empregado como são as luzes artificiais. Mas, independentemente da tecnologia disponível, o que mais acaba representando diferença na preparação dos gramados é o uso e a manutenção adequados dessas máquinas e equipamentos. 

 

Um bom programa de manutenção do seu equipamento é etapa fundamental dentro do seu planejamento. Máquinas de corte, por exemplo, por mais tecnologia que tenham empregadas nelas não farão o seu trabalho adequado se uma etapa simples da manutenção não for respeitada, que é a afiação do seu cilindro de corte. 
 
3 - Replantios 

Avaliar se áreas extremamente desgastadas podem se recuperar dentro do tempo disponível ou se há a necessidade de um replantio. O replantio, como veremos em um tema exclusivo, pode ser feito com um material em condições prontas, ou muito próximas, das condições ideais para jogo. Hoje, o mercado brasileiro de gramas já dispõe de uma grama que pode ser utilizada poucas horas após o seu plantio, como o Ready to Play ou ainda, se o prazo for possível, usar o Maxi Rolo e jogar com prazos de até 14 dias.

 

 

4 - Adubações 

Uma planta saudável necessariamente precisa estar bem nutrida. Um gramado é muito mais resistente aos desgastes quando o plano nutricional é adequado. Portanto, mantenha o seu nível nutricional controlado. 

 

As adubações podem ser feitas em caráter de recuperação, quando o estado nutricional não é adequado, e tem o objetivo de recuperar o gramado estimulando principalmente o seu desenvolvimento radicular. Já as adubações de manutenção, quando o gramado já é bem conduzido nutricionalmente, visam manter o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo da planta.

5 - Controle de pragas e doenças 

Um manejo integrado de pragas e doenças usa táticas de prevenção e controle, integradas ou aplicadas isoladamente, com o objetivo de preservar a sanidade das plantas, considerando o custo-benefício e minimizando o impacto sobre o ambiente. 

Considere no seu planejamento o histórico do seu gramado e adote práticas que favoreçam o controle de pragas ou doenças comuns. Entenda os demais riscos e não exponha o seu gramado com práticas inadequadas.  
 
6 - Semeadura de inverno 

É conhecimento de todos que no inverno os dias são mais curtos e irradiam menos energia para o pleno desenvolvimento das plantas. A temperatura também é menor e diminui a atividade biológica dessas plantas. Com isso, e sempre em acordo com o objetivo do seu planejamento, considere o uso de plantas mais adaptadas às condições climáticas desse período.

O consórcio entre elas, na época mencionada, tem sido uma operação de muito sucesso por aumentar a qualidade dos gramados. 

 

As variedades de grama Bermudas (Cynodon Dactilon), família mais utilizada nos gramados de futebol do Brasil, são plantas de crescimento acelerado e exigentes em temperaturas e energia. Já a Ryegrass (Lolliun Perene) é uma gramínea mais adaptada para essas condições típicas do inverno, normalmente, nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Considerações Finais 

Não se esqueça da máxima que é definir suas etapas de preparação em função do seu objetivo com o seu gramado. Cada um de vocês têm uma expectativa, conhece seus recursos, e é com ela que devem se preocupar. 

A série que preparamos trará abordagens mais específicas sobre cada uma das principais etapas da preparação de gramados esportivos. Elas tentarão ser o mais generalizadas possível para que todos tenham a oportunidade de preparar melhor o seu gramado de futebol. 

Deixo para você uma frase de Thomas Edison: “Boa sorte é o que acontece quando a oportunidade encontra o planejamento”. 

Portanto, planeje-se que a boa sorte virá!