0800 941 0110

SÃO PAULO/MINAS GERAIS

0800 282 2443

RIO DE JANEIRO/ESPÍRITO SANTO

0800 941 0110

CENTRO OESTE

0800 703 3353

NORTE/NORDESTE

BLOG

MENU BLOG

21/09/2021

Cuidados no início da primavera para prevenir Curvulária

Autor: Eder Pires - Engenheiro Agrônomo Itograss

Com a chegada da primavera é natural a ideia de que o gramado vai se regenerar após o estresse do inverno e tudo ficará bem. Mas não é bem assim, há alguns anos um fungo se aproveita desse momento para se estabelecer nos gramados.  
 
Após o estresse do inverno, todo gramado que não teve um acompanhamento e bom preparo para suportar essa época do ano está suscetível à doença fúngica Curvulária spp. 

Com um período muito seco no inverno, o fungo está associado à falta de irrigação, baixa fertilidade e solos ácidos. Ele é mais comum em regiões mais secas e com características de solo de cerrado.  
 
Com o início das primeiras chuvas, especificamente a primeira chuva bem fina de setembro em algumas regiões do sudeste, é suficiente para o desenvolvimento da doença que se dá após um pico de temperatura alta, já trazendo os sintomas na lâmina foliar. 
 
Todas as variedades, assim como postagens, estão sujeitas à Curvulária ssp. 

Se o seu gramado está totalmente seco, não houve nenhuma intervenção de insumos para suportar o inverno, não possui irrigação e está nas áreas favoráveis citadas, então existe um sério risco de ter Curvulária spp. 

 

Os sintomas apresentados na maioria dos casos são manchas muito secas e cor palha às vezes puxado para o cinza. 


Além das manchas, é possível identificar a doença através de amostras de folhas e solo em um laboratório credenciado para análise de fungos e doenças em gramíneas. 
 
Como prevenir agora? E se já tiver a doença? 
 
A prevenção nesse momento vai necessitar de calagem simples, ou uso de termo-fosfatos (após análise de solo), e irrigação diária até às primeiras chuvas.  
 
Após 20 a 30 dias pode-se fazer coberturas com areia matéria orgânica (sem abafar a folha da grama) e, com a recomendação técnica, uma adubação para reequilibrar a fertilidade e trazer o balanceamento dos nutrientes. 

Se a doença atingiu seu gramado, não se desespere, ainda tem solução:  
 
- Irrigue a grama diariamente 
- Colete uma amostra de solo para fins de fertilidade com urgência 
- Faça a calagem 
- Após 20/30 dias, faça adubação com Nitrato de Cálcio + micronutrientes (consulte um Engenheiro Agrônomo) 
- Aliado ao tratamento, consulte um Engenheiro Agrônomo para avaliação dos danos 
 
Basicamente, a doença se confunde muito com falta d'água. Naturalmente, se for um gramado bom, apenas com o restabelecimento da água ele terá sua recuperação em torno de 20 dias. De qualquer forma, vale a pena uma avaliação. 
 
Em resumo, cuide de seu gramado na época certa para que ele passe o inverno forte e não tenha problemas no início de primavera.