Quase lá! Grama do Maracanã estará completa na terça-feira - Itograss
Quase lá! Grama do Maracanã estará completa na terça-feira - Itograss
15433
single,single-post,postid-15433,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-1.6,wpb-js-composer js-comp-ver-4.4.3,vc_responsive

Quase lá! Grama do Maracanã estará completa na terça-feira

Rolos de grama do Maracanã começam a ser retirados da fazenda (Foto: Divulgação)

Quase lá! Grama do Maracanã estará completa na terça-feira

Retirados de uma fazenda no distrito de Sampaio Corrêa, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, os rolos começam a chegar no estádio na manhã deste sábado

O campo do Maracanã está cada vez mais perto de ficar pronto. Depois de fechar o buraco, que foi feito para a festa de encerramento da Paralimpíada e gerou muita polêmica, a Greenleaf terminou os ajustes na irrigação e também o processo de alinhamento a laser, deixando o terreno preparado para receber o gramado. Os rolos chegam na manhã de sábado e serão colocados, caso não aconteça nenhum imprevisto climático, até a próxima terça-feira.

O prazo estabelecido pela empresa para deixar o gramado pronto para jogos segue dia 20. Os rolos de aproximadamente 18 metros de comprimento e 1,20 de largura cada um, são trazidos em caminhões no período da noite para mantê-los úmidos. A tecnologia avançada desse tipo de colocação chamada de “Maxi Rolo” possibilita que um campo de dimensões oficiais seja plantado em dois dias.

Flamengo observa de perto

Desde antes da Copa das Confederações de 2013, a grama é cultivada em uma fazenda da Itograss no distrito de Sampaio Corrêa, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, exclusivamente para o Maracanã. A areia do terreno é a mesma usada para tampar o buraco e no alinhamento do estádio.

O Flamengo acompanha tudo muito de perto e mantém contatos para saber se o campo será liberado para a partida contra o Corinthians, no próximo dia 23. Pronto estará, mas a realização do jogo depende de quem administrará o estádio, mais especificamente a transição entre o comitê e o consórcio, que vai romper o contrato de gestão do Maracanã. O clube espera essa definição na próxima semana para saber de que forma poderia operar seus últimos jogos no Campeonato Brasileiro.

– Primeiro o comitê precisa devolver o Maracanã, e governo e consórcio pegarem de volta. Depois, estas duas partes devem se entender para gerir essa transição até uma nova licitação. Estamos tentando viabilizar uma forma de as partidas acontecerem, mas ainda sob a administração do consórcio. Vamos ver em que aspecto isso ocorreria – chegou a declarar Fred Luz, diretor geral do clube.

Reprodução GE – Globo.com: Por Felippe Costa Rio de Janeiro.

Orçamento